passando o hash

A visualizar 1 artigo (de um total de 1)
  • Autor
    Artigos
  • #66413

    O que significa passar o hash?

    Passar o hash é um tipo de ataque de segurança cibernética em que um adversário rouba uma credencial de usuário “com hash” e a usa para criar uma nova sessão de usuário na mesma rede. Em contraste com outras formas de roubo de credenciais, um ataque de passagem de hash não exige que o criminoso saiba a senha ou seja capaz de decifrá-la para obter acesso ao sistema. M

    O que é passar o hash e passar o ticket?

    Um hacker pode obter acesso às credenciais da conta e mover-se lateralmente em uma rede de várias maneiras diferentes. Alguns exemplos desses métodos incluem passar o hash, passar o ticket e kerberoasting. Técnicas como essas foram vistas tanto em ataques do mundo real quanto em simulações de equipes vermelhas desses ataques. S

    Passar o hash é um ataque de repetição?

    Ataques pass-the-hash não são considerados ataques de repetição, apesar do Kerberos ter algumas medidas anti-repetição limitadas. Os ataques conhecidos como “pass-the-hash” são assim chamados porque reutilizam o hash da senha, que é a parte mais segura de um sistema de autenticação.

    O que é passar o kit de ferramentas de hash?

    Um adversário pode “passar” um hash de senha para fazer login nos sistemas usando um kit de ferramentas chamado Pass-The-Hash Toolkit. Este kit de ferramentas não exige que o usuário conheça a senha original. ID: S0122.

    passando o hash, O que significa passar o hash?, O que é passar o hash e passar o bilhete?, Passar o hash é um ataque de repetição?, O que é passar o kit de ferramentas de hash?

    passando o hash

    O que é hash na segurança cibernética?

    O processo de hashing envolve o uso de um algoritmo para mapear dados de qualquer tamanho para um comprimento predeterminado. Isso é o que é conhecido como valor de hash (geralmente também chamado de código de hash, somas de hash ou até mesmo um resumo de hash, se você quiser parecer sofisticado). O hashing, por outro lado, é uma função unidirecional, em contraste com a criptografia, que é uma função bidirecional.

    O que são ataques de arco-íris?

    Um ataque conhecido como ataque de tabela arco-íris é um método para quebrar senhas que envolve o uso de uma tabela exclusiva conhecida como “tabela arco-íris” para quebrar os hashes de senha armazenados em um banco de dados. As senhas nunca são armazenadas em texto simples pelos aplicativos; em vez disso, os hashes são usados ​​para criptografar as senhas antes do armazenamento.

    O que significa passar o bilhete?

    Pass-the-ticket é uma exploração de autenticação que envolve o uso de tíquetes Kerberos roubados para autenticar um domínio sem a senha da conta. É um dos métodos mais prevalentes e também um dos métodos mais eficazes para se mover lateralmente dentro de uma rede. Também é conhecido como ataque de ticket falso.

    O hash pode ser hackeado?

    Quebrando Hashes (Hacking) Embora os hashes não sejam projetados para serem decodificados, isso não significa que eles sejam invulneráveis ​​a violações de segurança. UMA

    passando o hash, O que é hash na segurança cibernética?, O que são ataques de arco-íris?, O que significa passar o ticket?, O hash pode ser hackeado?

    passando o hash

    Qual técnica é usada para evitar os ataques de passagem de hash?

    Desativando LM/NTLM O protocolo NTLM foi substituído por seu sucessor, NTLMv2, que é uma iteração mais segura do padrão NTLM. O NTLMv2 apresenta uma resposta baseada em tempo, o que elimina a possibilidade de uma passagem direta do ataque de hash.

    Você pode passar o hash com NTLMv2?

    O protocolo NTLM foi substituído por seu sucessor, NTLMv2, que é uma iteração mais segura do padrão NTLM. O NTLMv2 apresenta uma resposta baseada em tempo, o que elimina a possibilidade de uma passagem direta do ataque de hash.

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo quando o NTLM pode ser eliminado, o Kerberos é vulnerável a um ataque semelhante chamado passar o tíquete, no qual os adversários usam tíquetes Kerberos roubados (em vez de hashes de senha) para autenticar sem precisar saber a senha do usuário. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Os invasores geralmente obtêm hashes raspando a memória ativa de um sistema e outras técnicas.

    passando o hash, Qual técnica é usada para impedir a passagem dos ataques de hash?, Você pode passar o hash com NTLMv2?, O Kerberos é vulnerável a passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem do hash?

    passando o hash

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    O Mimikatz é um aplicativo de código aberto que permite que os usuários visualizem e salvem credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos. O conjunto de ferramentas funciona com a versão atual do Windows e inclui uma coleção de diferentes ataques de rede para ajudar a avaliar vulnerabilidades. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo quando o NTLM pode ser eliminado, o Kerberos é vulnerável a um ataque semelhante chamado passar o tíquete, no qual os adversários usam tíquetes Kerberos roubados (em vez de hashes de senha) para autenticar sem precisar saber a senha do usuário. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar onde estão as vulnerabilidades. UMA

    passando o hash, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos é vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem do hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?

    passando o hash

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo quando o NTLM pode ser eliminado, o Kerberos é vulnerável a um ataque semelhante chamado passar o tíquete, no qual os adversários usam tíquetes Kerberos roubados (em vez de hashes de senha) para autenticar sem precisar saber a senha do usuário. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar o nível de suscetibilidade de um sistema. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo que o NTLM possa ser desabilitado, o Kerberos ainda é suscetível a outro tipo de ataque conhecido como “passar o ticket”. Esse tipo de ataque permite que os invasores se autentiquem sem precisar saber a senha de um usuário, usando tíquetes Kerberos roubados em vez de hashes de senha. M

    passando o hash, O Kerberos está vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para a técnica de passar o hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos está vulnerável para passar o hash?

    passando o hash

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar o nível de suscetibilidade de um sistema. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo que o NTLM possa ser desabilitado, o Kerberos ainda é suscetível a outro tipo de ataque conhecido como “passar o ticket”. Esse tipo de ataque permite que os invasores se autentiquem sem precisar saber a senha de um usuário, usando tíquetes Kerberos roubados em vez de hashes de senha. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    passando o hash, Qual exploit pode ser usado para passar a técnica de hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos é vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para passar a técnica de hash?

    passando o hash

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    O Mimikatz é um aplicativo de código aberto que permite que os usuários visualizem e salvem credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos. O conjunto de ferramentas funciona com a versão atual do Windows e inclui uma coleção de diferentes ataques de rede para ajudar a avaliar vulnerabilidades. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo que o NTLM possa ser desabilitado, o Kerberos ainda é suscetível a outro tipo de ataque conhecido como “passar o ticket”. Esse tipo de ataque permite que os invasores se autentiquem sem precisar saber a senha de um usuário, usando tíquetes Kerberos roubados em vez de hashes de senha. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar o nível de suscetibilidade de um sistema. UMA

    passando o hash, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos é vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem do hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?

    passando o hash

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo que o NTLM possa ser desabilitado, o Kerberos ainda é suscetível a outro tipo de ataque conhecido como “passar o ticket”. Esse tipo de ataque permite que os invasores se autentiquem sem precisar saber a senha de um usuário, usando tíquetes Kerberos roubados em vez de hashes de senha. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH exploram o protocolo de autenticação, pois o hash das senhas permanece estático para cada sessão até que a senha seja rotacionada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    O Mimikatz é um aplicativo de código aberto que permite que os usuários visualizem e salvem credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar onde estão as vulnerabilidades. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo que o NTLM possa ser desabilitado, o Kerberos ainda é suscetível a outro tipo de ataque conhecido como “passar o ticket”. Esse tipo de ataque permite que os invasores se autentiquem sem precisar saber a senha de um usuário, usando tíquetes Kerberos roubados em vez de hashes de senha. M

    passando o hash, O Kerberos está vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para a técnica de passar o hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos está vulnerável para passar o hash?

    passando o hash

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH exploram o protocolo de autenticação, pois o hash das senhas permanece estático para cada sessão até que a senha seja rotacionada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar onde estão as vulnerabilidades. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo quando o NTLM pode ser eliminado, o Kerberos é vulnerável a um ataque semelhante chamado passar o tíquete, no qual os adversários usam tíquetes Kerberos roubados (em vez de hashes de senha) para autenticar sem precisar saber a senha do usuário. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    passando o hash, Qual exploit pode ser usado para passar a técnica de hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos é vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para passar a técnica de hash?

    passando o hash

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar onde estão as vulnerabilidades. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo que o NTLM possa ser desabilitado, o Kerberos ainda é suscetível a outro tipo de ataque conhecido como “passar o ticket”. Esse tipo de ataque permite que os invasores se autentiquem sem precisar saber a senha de um usuário, usando tíquetes Kerberos roubados em vez de hashes de senha. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar onde estão as vulnerabilidades. UMA

    passando o hash, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos é vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem do hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?

    passando o hash

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo quando o NTLM pode ser eliminado, o Kerberos é vulnerável a um ataque semelhante chamado passar o tíquete, no qual os adversários usam tíquetes Kerberos roubados (em vez de hashes de senha) para autenticar sem precisar saber a senha do usuário. M

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH usam o fato de que o hash da senha não muda de uma sessão para outra até que a senha seja alterada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    Os usuários podem examinar e preservar credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos, usando o aplicativo Mimikatz, disponível como software de código aberto. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar o nível de suscetibilidade de um sistema. UMA

    O Kerberos é vulnerável a passar o hash?

    Além disso, mesmo quando o NTLM pode ser eliminado, o Kerberos é vulnerável a um ataque semelhante chamado passar o tíquete, no qual os adversários usam tíquetes Kerberos roubados (em vez de hashes de senha) para autenticar sem precisar saber a senha do usuário. M

    passando o hash, O Kerberos está vulnerável para passar o hash?, Qual exploit pode ser usado para a técnica de passar o hash?, O que é a ferramenta Mimikatz?, O Kerberos está vulnerável para passar o hash?

    passando o hash

    Qual exploit pode ser usado para a técnica de passagem de hash?

    Os ataques PtH exploram o protocolo de autenticação, pois o hash das senhas permanece estático para cada sessão até que a senha seja rotacionada. Normalmente, os hashes são obtidos por invasores por meio de vários métodos, como raspar a memória ativa de uma máquina.

    O que é a ferramenta Mimikatz?

    O Mimikatz é um aplicativo de código aberto que permite que os usuários visualizem e salvem credenciais de autenticação, como tíquetes Kerberos. O conjunto de ferramentas é compatível com a versão mais recente do Windows e inclui uma variedade de ataques de rede que podem ser usados ​​para ajudar a determinar onde estão as vulnerabilidades. UMA

    Source

A visualizar 1 artigo (de um total de 1)
  • Tem de iniciar sessão para responder a este tópico.